Sobre a cidade de Capão do Cipó

Capão do Cipó é um município brasileiro do estado do Rio Grande do Sul.
Sua população no censo de 2010 era de 3104 habitantes, com uma área de 1007 km quadrados,

Na agricultura são 80000 hectares de soja, além de trigo, milho entre outras. Na pecuaria são mais de 40,000 cabeças de gado. Sua economia é baseada na agricultura e pecuária, com o cultivo de mais de 50 mil hectares de soja.

Até o início do século XVII o município de Capão do Cipó era habitada por índios Guaranis. Quando dos grandes descobrimentos marítimos coube a nós, riograndenses, opossível destino de pertencer à Espanha. Assim determinava o Tratado de Tordesilhas. Posterior a esse período ocorreu a união das coroas portuguesa e espanhola, justificando, assim a origem da população formada inicialmente por portugueses e espanhóis.

Instala-se em Santiago no ano de 1885 o conselho de jurados. Conta-se que nessa época, foi enviado para proceder diligências, um serventuário. Tendo o mesmo, escolhido para descanso um local onde havia muitas árvores e das quais despendiam grandes quantidades de cipós. Ao fazer seu relatório de viagem, denominou, em suas anotações, o local como, “Capão do Cipó”. A correspondência chegando ao destino popularizou o nome. O local indicado por esse serventuário é o mesmo, onde hoje está instalada a Indústria de Móveis Cleber Tamiosso.

Hoje há uma miscigenação do índio, negro e imigrantes europeus. É marcante influência cultural deixada pelos espanhóis devido a proximidade da fronteira. Sua população é de 3.104 habitantes, sendo que em sua grande maioria encontra-se na área rural e sua densidade demográfica é de 2,53 habitantes/Km².

A cidade hoje já conta com um moderno sistema de telefonia fixa e está em franco desenvolvimento, possuindo vários estabelecimentos comerciais. Capão do Cipó consolidou-se com a instalação de quatro assentamentos.